Quote of the day

segunda-feira, 11 de julho de 2011

Saindo da prisão

Por eu ser uma pessoa extremamente passional, vira e mexe experimento sentimentos que me aprisionam. Aquele sentimento do qual você não consegue se livrar. Que por vezes você até achar que tá superado, mas basta uma situação que te ponha à prova para você se mostrar fraco diante daquele sentimento.

Esse foi o sentimento que nutri por mais de um ano pelo meu ex-namorado. A história toda foi uma história de perdão, de segundas chances, de arrependimentos, de entrega total, da crença na força do amor. E quando baixei a guarda novamente, me machuquei.

E foram meses tentando me livrar desse sentimento. Quando eu achava que já estava livre, ele me provava que eu era fraca a qualquer olhar, palavra de carinho, provocação, conversa...! Aquilo me matava aos poucos dia a dia. Eu não conseguia aceitar que ele pudesse ter tanto poder sobre mim.

Eu achava que só o sentimento por uma outra pessoa ia me libertar. Mas a vida veio me surpreender de novo: fui liberta pelo sentimento dele por outra pessoa. Pelo dia em que ele fez com outra pessoa o que ele fez comigo e as palavras "LIGA PARA ELA E CONSERTA SEU ERRO" saíram da minha boca em forma de conselho. Para ele.

Desde que terminamos, eu ficava perguntando a Deus qual era minha missão na vida dele. Porque Deus tinha me colocado na vida de uma pessoa pela qual eu sofria tanto. E pode parecer irônico, mas hoje penso que fui pré-destinada a fazê-lo enxergar muitas burradas que ele não podia consertar sozinho. E ela foi beneficiada com isso. Não eu, mas ela. E ela parece merecer tudo isso. E por isso me faz feliz, fazê-los feliz. É a coisa mais louca que eu já senti. Ser abraçada pela atual do seu ex e sentir a paz que você sempre quis. E sentir a liberdade que você tanto buscava.

É. Como Deus é misterioso e age onde MENOS, definitivamente MENOS esperamos...!
O gosto da liberdade é INEXPLICÁVEL!
E que sejamos todos felizes. Eu, ele e ela.