Quote of the day

sábado, 16 de maio de 2009

Sobre mulheres e shopping centers

Qual é o lugar mais perigoso do mundo? A jaula de um leão? Um abismo? O topo de uma montanha-russa? Não! Um shopping center!

Pelo menos para mulheres! Vejam vocês como as coisas funcionam: estávamos eu e minha amiga Babi - consumista assumida - aqui em casa, revoltadas porque havíamos combinado tomar um solzinho no clube hoje, mas logo hoje, o dito cujo resolveu se esconder atrás das nuvens. Ficamos tentando achar algum cinema perto que estivesse passando o filme "Os delírios de consumo de Becky Bloom" e não achamos. Então, o que fomos fazer? Colocar o filme em prática!

Oras, guardadas as devidas proporções, obviamente, saímos de casa com uma intenção: comprar uma blusa nova, cada uma, para irmos ao churrasco mais bombante do semestre, no dia 30/05. Ao adentrarmos a primeira loja, já de cara, escolhemos cada uma, duas peças para experimentar. E vi que o negócio tava ficando sério quando pedi pra Babi pegar uma sacola daquelas gigantes para irmos colocando os itens que escolhêssemos. Daí então, rodamos a loja, namoramos as roupas e fomos para o provador. Nos apaixonamos pelos modelitos outono-inverno, mas resolvemos passar em outra loja em potencial para comparar os preços.

Bobinhas! A loja estava em promoção. Vê se pode um negócio desses!! Uma loja boa, jovem, bonita. Duas garotas jovens, entediadas, com cartões de crédito. Eu disse com cartão de crédito, e não com dinheiro. Todo mundo sabe que somos duas quebradas. E também que pobre adora fazer dívida. PRONTO!

De primeira, avistei uma saia, mas uma saia, que apaixonaria qualquer forrozeira que se preze... Voei nela e quase desmaei quando vi o preço. Com o dinheiro que paguei nela, a Babi comprou duas calças jeans - que estavam em promoção, mas anyway, foi cara. Pombas, não se faz isso com um coração forrozeiro! Só me imaginava sendo rodopiada naquela belezura! A vendedora, muito sagaz, já notando minha queda por saia, me trouxe mais 3 saias jeans.

A Babi pegou uma calça. A vendedora, mais uma vez na sagacidade, vendo a dúvida da loira, trouxe mais uma calça, fez ela levar as duas e ainda a convenceu a levar uma tal saruel que ela tava doida pra comprar há meses.

Resultado: fomos lá pra comprar duas blusas. Eu saí com duas saias + uma tinta de cabelo e a Babi com 3 calças e uma blusa.

Mulheres e shopping center, quer combinação mais deliciosamente perigosa?

Saímos de lá chocadas com nossa fraqueza fashionista, muito mais pobres, porém felizes e com o guarda-roupa um pouquinho diferente!

5 comentários:

Babi Freitas disse...

Tiiiiiiiiiiipo assim, amygha!

NOS JOGAMOS! hahahaha

sai feliz da loja, um pouco mais pobre é verdade... mas bem mais feliz! Pronta pra ahazar com o coração de um certo rapaz...
hahaha

momento "me acho" no ar!

beijos
;)

Carol disse...

Hahahahhaha
Isso é MUITO a cara da Becky!! Cartao de crédito foi a melhor/pior coisa q Deus fez!!

Entao, embarco dia 26/07 ;) (falta o visto, né...mas vai rolar!!)

Bjosss!

DanyZinha disse...

oxeee, Deus nao seria capaz de fazer um negocio desses nao, ele eh mto bonzinho hehehe
isso eh coisa de homi msm! hehehe

Keel Diniz disse...

hiii manaa.. eu acabei com o limite dos meus cartões com esse lance de shopping..uahuah
sou viciadaa.. ainda mais que inaugurou um novoo por aqui.. vou morar lá!!uahuahuha
bjo
^^

O Profeta disse...

Um Violoncelo reage ao toque
Vibram as cordas, solta-se a melodia
Das mãos escultoras das notas
Saem afagos de sonora magia

Uma alma reage aos acordes
Um coração bate ao compasso
Uma voz entoa dolentemente
Um corpo deseja o abraço


Bom domingo



Doce beijo