Quote of the day

quinta-feira, 10 de julho de 2008

A vingança

Alguém me pediu pra eu pensar sobre esse assunto para este post, mas receio que essa pessoa vai ficar um pouco desapontada com minhas conclusões. No fim, tudo não só ficará muito longe do apoio moral, mas passará bem perto de uma lição de moral.

Talvez porque eu já tenha sido vítima de uma vingança amarga, eu não tenha boas recordações no que se refere a essa palavra. Sim, já passou na minha cabeça me vingar. Acho que todos já pensaram nisso uma vez, porque em algum momento se sentiram injustiçados pelo erro de uma outra pessoa. A diferença é clara: erro, todo mundo comete, e sem querer. A vingança é um erro premeditado. Vingar-se de alguém é para pessoas que não reconhecem suas próprias limitações e não aceitam perder. E acima de tudo, uma imensa burrice.

Todos conhecem um cara chamado Shakespeare, que na minha opinião, era um expert no amor. Uma vez ele disse algo do tipo "vingar-se é tomar veneno esperando que o outro morra". Pode até ser que na hora da vingança, você sinta um bem-estar momentâneo, mas depois virá a ressaca moral, e você será a única pessoa a se sentir mal. Logo, logo a pessoa da qual você se vingou vai esquecer de tudo, tocar a vida, bola pra frente, enquanto você vai passar dias e dias, amargando seu ódio e seu sentimento de vingança.

A vingança é um dos prazeres momentâneos da vida. É como encher a cara até perder a noção. No outro dia você sabe que a ressaca e a dor de cabeça não te deixarão em paz. É como ir pra cama com alguém que você não ama. Na hora pode até ser bom, mas depois você vai sentir um vazio enorme por ter usado alguém e ter permitido-se ser usado. Vingar-se é abrir mão da sua dignidade em favor do seu orgulho ferido. É escolher a amargura ao invés da paz de espírito.

E um pouco mais humilde do que o inglês do amor, o grande mestre da comédia mexicana, Roberto Bolaños, inventou a frase da qual todos riem até hoje: "A vingança nunca é plena, mata a alma e a envenena". Mas ele nunca pronunciou uma frase tão correta.

Contanto, sugiro uma forma de se vingar daqueles que não gostam de você, te fizeram algum mal, ignoraram seu amor ou te iludiram: seja feliz. Deseje o bem pra eles. Nada como ser superior. Nada como provar que você não precisa de quem não precisa de você. Nada como provar que sua vida não vai parar porque alguém não te deu o valor que você merece.

6 comentários:

Aline Duarte disse...

Oie!

Nossa, eu tenho ouvido e vivido bastante coisa que diz respeito a vingança...
Ontem eu me vinguei de uma pessoa. Ela ficou no telefone por duas horas - sem exagero nenhum, sendo que havia me chamado para visitá-la, porque ela vai viajar e a gente não sabe quando vai se ver novamente. Ela disse que ia ser rápido, me deixou no vácuo, eu peguei meu carro e fui embora. Feio né? Pois é... Mas já foi!
Muito interessantes suas reflexões, Dany! Como sempre =)

Beijos!

May disse...

heheheh que chique eu boto muita fé...na verdade vingança é energia e tempo gasto em algo inutil....imagine se vc converter o tempo que vc fica odiando uma pessoa em algo pra vc e outras pessoas....aahh o mundo seria um lugar bom!!!!!!!
aaahhh sim aquilo la no meu blog é de pendurar...aquele deve ter uns 60cm.....os chaveiros ainda vou fazer uns massa!!aguarde hehehe...mas as suas encomendas estao ficando grandes.....vou colocar tudo na conta do Daniel heehhe....bjus amore!

Babi Freitas disse...

Amiga,

Não foi oq eu esperava, eu queria sangue, ódio, rancor e morte... mas td bem!
hahahahaha

Acho q a vingança é como o ditado: 'é um prato que se come frio' pode até ser que no futuro isso seja o maior erro da sua vida, mas a culpa disso td é a maldita e real tênue linha entre o amor e o ódio.

A vingança vem dela, da linha. Eu quis me vingar da minha prof desse semestre, não pq eu amava (óbvio), mas pq eu amo francês, amo a unb e o medo de não passar se transformou em ódio e eu quis matá-la. Como com várias pessoas da minha vida, quis mata-las por amar demais e nao ser correspondida, algumas (e na sua maioria) realmente não valiam grande coisa e a vingança foi comida beeeeeeem gelada, algumas até hoje saboreio.


Mas outras é despeito, é amargura, é mágoa de não querer acreditar que o outro errou tão feio com a gnt! Mas eu acho que td sentimento pode ser desfeito, desde o amor ao ódio, o homem é capaz d perdoar e esse é o grande valor da gnt!

beijos
;)

Jorge disse...

to atras da minha dignidade...
se vc achar vc me avisa!
=/

Kérow disse...

VIngança é algo que eu sinto muita contade de sempre fazer... mas dps q eu vejo que posso estar realmente machucando uma pessoa eu penso duas vzs

Rx Black disse...

Uma garota de quem gosto achou de ficar com o ex-namorado de sua rival só por suspeitar que ela ainda gosta dele. A garota, por causa de uma vingancinha tola,vai acabar cometendo o pior erro da sua vida, só que a sua criancisse a levará até às últimas consequências, podendo até mesmo se casar, já que ficou noiva. O pior é que tenho quase certeza de que ela gosta de mim, mas que nunca será capaz de cogitar a idéia de magoá-lo. Coitada, ela não percebe que ele já se tornou uma vítima dela. E que ela mesma já se tornou uma vítima do seu próprio ódio. O que me resta é desistir dela definitivamente, já que não consigo abrir seus olhos.Uma vida, um espaço, uma escolha errada, um caminho sem volta.